blog-teste-de-gravidez

Teste de gravidez: saiba tudo sobre os métodos disponíveis

O teste de gravidez é um exame realizado para confirmar se uma mulher está ou não grávida. Desta forma, ele é útil quando a mulher desconfia de que possa estar gestando um bebê. Seja por atraso na menstruação ou por sintomas que indicam uma possível gestação, a forma de confirmar ou descartar esta suspeita é fazendo de um teste de gravidez.

Nesse sentido, o diagnóstico pode ser realizado através de testes que medem a quantidade do hormônio Gonadotrofina Coriônica Humana (Beta hCG) na urina ou no sangue. Como esse hormônio só é produzido durante uma gestação, a sua presença ou ausência no corpo determina se existe ou não uma gravidez.

Teste de gravidez e o Beta hCG sanguíneo: qual a relação? 

A Gonadotrofina Coriônica Humana (hCG) é um hormônio produzido pelo corpo desde o início da gestação, primeiro pelo embrião e depois pela placenta. Nesse sentido, sua produção começa de 6 a 8 dias após a fecundação, no momento em que há implantação do embrião (nidação) na parede do útero. 

Conforme a gravidez vai evoluindo, uma quantidade maior de hCG vai sendo lançada na circulação materna. Desta forma, nas primeiras semanas de gestação, os níveis de hCG dobram a cada 2 ou 3 dias, podendo chegar até mais de 250.000 mIU/ml, o que ocorre por volta da 10ª semana. Sendo assim, assim, o teste de gravidez é responsável por detectar tal elevação do hormônio no corpo da mulher. 

Cabe ressaltar, ainda, que a dosagem sanguínea do hCG, analisada através de análise laboratorial, é o método mais confiável para se diagnosticar uma gravidez. Como costuma-se medir apenas a fração beta deste hormônio, o exame de sangue é chamado de beta hCG (BhCG). Além disso, a presença do hCG no organismo feminino pode ser detectada também através da urina, seja em exame laboratorial ou em testes de gravidez vendidos em farmácias.

Tipos de teste de gravidez: veja diferenças entre eles

Existem diferentes testes de gravidez utilizados para comprovar se uma mulher está gestando um filho. Nesse sentido, os exames são muito simples e podem ser realizados a partir do sangue ou da urina. Veja como cada um funciona:

Testes de laboratório:

Os testes de gravidez laboratoriais consistem na coleta de sangue ou de urina, feitos em laboratório de análises clínicas, para a dosagem do hormônio hCG. O exame de urina pode ser realizado do 7º ao 10º dia posterior a provável concepção (fecundação do óvulo). 

Já a dosagem do Beta hCG no sangue, forma mais confiável de diagnosticar uma gravidez, pode ser feita até 1 semana antes do atraso menstrual. Porém, para evitar a ocorrência de falso-negativos, o mais seguro é realizar o teste após a falha da menstruação.

Confira os possíveis resultados:

HCG Qualitativo

O teste beta hCG Qualitativo detecta se há presença do hormônio no sangue. Nesse sentido, o resultado do exame indica apenas se é positivo (reagente) ou negativo (não reagente). 

Veja abaixo os valores de referência do beta hCG:

valores de referência do beta hCG

HCG Quantitativo

O exame hCG Quantitativo mede a quantidade circulante do hormônio no sangue e, também, apresenta uma estimativa do tempo de gestação. Além disso, os resultados do beta hCG quantitativo também podem indicar problemas como gravidez ectópica, aborto ou gravidez anembrionária. Nesse casos, os valores do hormônio geralmente são inferiores aos esperados para a idade gestacional da gravidez.

Confira as possíveis interpretações do exame qualitativo: 

Possíveis interpretações para o exame qualitativo

Por último, é importante ressaltar que os valores de referência para positivo e negativo podem variar de um laboratório para outro. O mesmo acontece em relação aos parâmetros para determinar as semanas de gravidez.

Teste de farmácia: 

Os testes de gravidez vendidos em farmácias são dispositivos simples que detectam a presença do hCG na urina. Isso é possível pois o exame possui o anticorpo monoclonal anti HCG, que gera uma reação química ao entrar em contato com o hCG, hormônio específico da gravidez. Desta forma, basta a mulher urinar em uma fita reativa, ou colocá-la em contato com a urina coletada em um pote, e esperar para ver se há reação. 

De forma geral, os testes de farmácia são muito confiáveis quando utilizados de forma correta, seguindo todas as instruções de uso. Além disso, o período ideal para realizar o teste e o tempo para reagir, bem como a forma de demonstrar o resultado, varia entre as diferentes opções e marcas do mercado. 

Nesse sentido, é importante destacar que as concentrações de hCG na urina são menores que no sangue. Portanto, os testes de farmácia demoram um pouco mais para reagirem ao hormônio. 

Embora alguns produtos garantam eficiência na testagem antes mesmo do atraso da menstruação, o mais seguro é fazer o teste com pelo menos 2 dia de atraso menstrual, ou 

então, após uma semana, quando a sensibilidade fica entre 95% a 99%. De qualquer forma, o resultado do teste de gravidez de farmácia sempre pode ser confirmado depois através de um exame de sangue laboratorial.

Possíveis resultados do teste de farmácia e suas diferentes apresentações:

Resultado Positivo: significa que e mulher está grávida 

  • Duas riscas;
  • Duas riscas, sendo a segunda borrada (indica pouca quantidade do hormônio beta-hCG);
  • Um linha mais escura;
  • O Símbolo “+” (positivo); 
  • Palavra Grávida ( com ou sem indicativo de número de semana);

Resultado Falso Positivo: apesar de raro, pode acontecer em algumas situações

  • Se a mulher estiver tomando remédios que contenham hCG (geralmente mulheres em tratamento para infertilidade);
  • Se a mulher tiver dado a luz ou abortado há menos de 8 semanas;
  • Algumas doenças raras podem produzir hCG, a mais conhecida é a mola hidatiforme, um tumor do tecido placentário.

Resultado Negativo: significa que a mulher não está grávidas

  • Uma risca;
  • Uma linha sem alteração na cor/intensidade;
  • O Símbolo “-” (negativo);
  • Palavras não-grávida.

Resultado Falso Negativo: pode acontecer quando:

  • O teste é realizado cedo demais e o hCG ainda não é detectável na urina. Na dúvida, o ideal é repetir o exame depois de alguns dias;
  •  A fita não ficou em contato com a urina pelo tempo necessário, impedindo que o teste identifique o hormônio presente na urina; 
  • A urina usada no teste está muito diluída. Desta forma, o recomendado é utilizar a primeira urina da manhã e não beber muito líquido antes de fazer o exame.

Ultrassonografia

Outra forma segura de realizar o teste de gravidez é através da ultrassonografia, que é um exame de imagem. Nesse sentido, a partir da 5ª semana de gravidez já é possível identificar o saco gestacional pela ultrassonografia transvaginal. O exame também pode ser realizado a partir da 7ª semana, por uma ultrassonografia abdominal. 

Além disso, o ultrassom mostra também o embrião e seus batimentos cardíacos. Sendo assim, ele confirma a gravidez.

Testes de gravidez caseiros 

Lendas populares falam sobre testes de gravidez caseiros utilizando água sanitária, Coca-Cola, vinagre, pasta de dente, entre outros produtos. Mas atenção: esses testes não têm embasamento científico e não servem para diagnosticar ou descartar uma gravidez. Além de ineficientes, ainda podem ser perigosos, pois a reação da urina com cloro ou com a água sanitária pode liberar gases tóxicos.

Como se preparar para fazer um teste de gravidez ?

Como vimos, os testes de gravidez, tanto laboratoriais como os de farmácia são a forma de confirmar se uma gravidez está em curso. Desta forma, para garantir a eficiência dos resultados, a mulher deve observar algumas dicas e recomendações:

Testes de sangue em laboratório:

  • Não é necessário jejum para fazer o exame beta quantitativo ou qualitativo;
  • Podem ser realizados em qualquer período do dia.

Testes de gravidez de farmácia: 

  • Verifique o prazo de validade do teste de gravidez;
  • Siga as instruções de uso;
  • Faça o teste no período (dia) indicado por cada laboratório, pois a sensibilidade do exame varia entre os fabricantes;
  • Use de preferência a primeira urina do dia se você for testar precocemente (antes do atraso menstrual);
  • Não beba líquido demais antes do teste pois pode diluir os níveis de hCG na urina;
  • Escolha o tipo do teste: Se optar pelo teste diretamente no fluxo da urina, certifique-se de estar com o teste pronto para uso. Se for coletar uma amostra, tenha um recipiente limpo em mãos para usar;
  • Use um cronômetro para marcar o tempo de espera.

Teste de gravidez: confira os principais mitos e dúvidas 

O momento de fazer um teste de gravidez pode gerar muitas dúvidas, seja em relação a fatores que podem influenciar o resultado, ou também, sobre como se preparar para realizar o exame. Saiba as respostas destas questões abaixo:

Medicamentos podem interferir no resultado do teste de gravidez?

Sim, alguns medicamentos podem impactar nos testes de gravidez. Por isso, se você for realizar um exame laboratorial, é prudente avisar que está fazendo uso de um desses medicamentos:

  • Tranquilizantes;
  • Diuréticos;
  • Medicamentos para tratamento de Parkinson;
  • Medicamentos para tratamento de infertilidade;
  • Anticonvulsivantes;
  • Prometazina (muito utilizada para tratar de alergias).

O teste de gravidez é alterado pelo uso de álcool?

Não. O uso de álcool, bem como de outras substâncias e alguns medicamentos, não altera os resultados de exames de gravidez. Veja o que não interfere nos testes de gravidez:

O teste de gravidez pode indicar o sexo do bebê ou se a gestação é múltipla?

Não. Testes de farmácia não possibilitam identificar o sexo do bebê. Da mesma forma, eles também não detectam se a gestação é múltipla.

Gravidez psicológica pode dar o resultado positivo no teste? 

Não. A gravidez psicológica não acusa um resultado positivo em testes de gravidez. Porém, se o teste for realizado no período em que há um pico no hormônio ovulatório, o exame pode indicar um falso positivo com coloração fraca.

Há contraindicações em fazer o teste de gravidez?

Não há contraindicações para o teste de gravidez.

Agora que você já está bem informada sobre testes de gravidez, faça download gratuitamente do nosso infográfico sobre os 5 sintomas que se pode ter ao engravidar! Você pode acessá-lo clicando na imagem abaixo:

Banner Infográfico 5 Sintomas de Gravidez