Sexo do bebê: saiba qual é o momento certo para a descoberta

É natural que as gestantes desejem descobrir o sexo do bebê: a ansiedade nessas horas pode ser grande. Nesse sentido, várias dúvidas surgem sobre o assunto: o que define o sexo do bebê? Sendo assim, como saber esta informação através de métodos confiáveis?  Qual é o período certo para a realização destes exames? Quais as crenças populares em torno desta questão? 

Portanto, no texto a seguir, vamos entrar neste momento mágico da vida dos casais e esclarecer tudo sobre esta emocionante descoberta. Boa leitura!

O que determina o sexo do bebê?

O que determina o sexo do bebê é o cromossomo que se herda do pai. Nesse sentido, é preciso entender que o óvulo da mãe sempre tem um cromossomo X (feminino). Enquanto isso, o espermatozoide (gameta do homem) pode ter tanto o cromossomo X quanto o cromossomo Y (masculino).

Além disso, é importante explicar que durante a fecundação ocorre a união dos cromossomos do óvulo e do espermatozoide, determinando o sexo do bebê. Assim, se o cromossomo Y do pai se juntar com o X da mãe, é formado XY e concebido um menino. No entanto, se a junção for do cromossomo X do pai, com o X da mãe, forma-se o XX, e o resultado é a concepção de uma menina.

Sendo assim, segundo a medicina genética, as estatísticas revelam que as chances de ter um menino ou uma menina são quase as mesmas. Portanto, não há evidência médica sugerindo que possa haver alguma influência sobre este resultado.

Portanto, veja na ilustração como geneticamente se forma o sexo do bebê:

Cromossosmos que definem o sexo do bebê

Além disso, sabemos que até a 12a semana de gestação, o diagnóstico do sexo é impreciso. Sendo assim, apenas com 13 semanas é possível identificar a posição do tubérculo genital, estrutura que dará origem ao pênis nos meninos e ao clitóris nas meninas.

Desta forma, a posição do tubérculo nas meninas é bem horizontal (paralelo com a coluna) enquanto nos meninos ela é vertical (perpendicular à coluna). Por isso, dependendo da posição fetal do bebê e da qualidade do aparelho de ultrassom, já é possível saber o sexo do bebê nesta data com quase 99% de acerto. 

Como saber o sexo do bebê?

Para saber o sexo do bebê com precisão os obstetras recomendam utilizar apenas os métodos comprovados pela ciência e apoiados pela comunidade médica. Por isso, veja no quadro a seguir quais são estes exames:

Ultrassom obstétrico  

Este método é o mais conhecido na hora de descobrir o sexo do bebê. Dessa forma, utiliza-se o exame de ultrassom para ver a imagem do feto e a sua anatomia, o que também permite verificar o seu sexo. 

Assim, a partir da 12ª semana já é possível realizar o exame de Translucência Nucal (TN),  que vai averiguar se existe o risco do bebê apresentar alguma malformação ou síndrome, como a síndrome de Down. Por isso, neste momento, se as imagens estiverem nítidas e dependendo da posição do feto, já é possível saber se será menina ou menino. Além disso, a partir da 20ª semana de gravidez, através do ultrassom morfológico, o médico tem mais condições de distinguir os genitais do bebê.  

Exame de sexagem fetal 

Método muito utilizado para determinar o sexo do bebê antes da 12ª semana de gestação. Nesse sentido, este exame consiste em recolher uma amostra de sangue da futura mamãe, a fim de analisar os fragmentos de DNA que pertencem ao feto. 

Dessa maneira, sabe-se que a partir da sétima semana de gravidez, a presença destes fragmentos no sangue da mãe são o suficiente para determinar se a criança é portadora do cromossomo Y (menino) ou X (menina). Por isso a sexagem fetal, através da análise do sangue, pode ser realizada a partir da 8ª semana de gestação. 

Amniocentese 

Trata-se de um exame invasivo que retira uma amostra do líquido amniótico com células fetais. Assim, indica-se o exame para detectar problemas congênitos no feto, como a síndrome de Down.

Além disso, por ser feito uma análise genética dos cromossomos, também permite conhecer com precisão o sexo do bebê. Sendo assim, a amniocentese deve ser feita a partir da 16ª semana e apesar de ser baixo, o principal risco é o aborto.

Biópsia das vilosidades coriônicas  

Exame invasivo, semelhante à amniocentese, cujo principal objetivo é o diagnóstico de problemas genéticos. Dessa maneira, o exame de pré-natal acontece entre a 10ª e 12ª semana de gravidez e consiste em extrair e analisar uma amostra do tecido que rodeia o feto e a placenta. A amostra, por sua vez, tem a mesma composição genética das células do bebê e pode, por isso, revelar o seu sexo.

NIPT ou NACE

O Teste Pré-Natal Não Invasivo é o principal e mais recomendado exame a se fazer com 10 semanas. Dessa forma, é feito através da coleta do sangue da mãe, que além de determinar o sexo do bebê, também detecta os mesmos problemas genéticos que a Amniocentese e a Biópsia das Vilosidades. Todavia, não é considerado um exame invasivo, e consequentemente se tornando o mais recomendado.

Como calcular as datas certas para realização de exames e saber mais informações do calendário gestacional?

A maneira tecnicamente correta de calcular a idade gestacional é em semanas. Sendo assim, utilizar meses é uma forma  bastante imprecisa para contar o tempo de gravidez. Isto porque os meses não têm o mesmo número de dias e no final de nove meses pode resultar em uma grande diferença. Além disso, se dissermos que alguém está no 7º mês de gestação, por exemplo, não sabemos se está no início ou no fim do mês.

Portanto, conta-se a idade gestacional por semanas. Além disso, é determinada através de informações como a data da última menstruação, exames de imagens e provável data do parto, indicada pelo médico.

Sendo assim, a partir daí é possível montar um calendário para saber o que acontece semanalmente. Dessa forma, a agenda indica ainda o momento certo para fazer exames de rotina que detectam também o sexo do bebê.

Portanto, confira na tabela abaixo o que acontece nas principais semanas de gestação:

Calendário Gestacional

O que pode atrapalhar a descoberta do sexo do bebê?

Infelizmente nem toda a gestante pode saber o sexo do bebê através de exames de imagem. Isto acontece porque esta informação depende de alguns fatores que podem impedir ou dificultar a visualização da genitália do bebê como:

  • Obesidade materna;
  • Cirurgias abdominais prévias;
  • Posição uterina;
  • Posição fetal;
  • Qualidade do aparelho de ultrassom utilizado.

Testes caseiros para saber o sexo do bebê funcionam?

Existem testes caseiros que prometem indicar o sexo do bebê. Nesse sentido, alguns deles incluem a avaliação do formato da barriga da grávida, a observação de sintomas específicos ou o aspecto da pele e dos cabelos. No entanto, estes testes não são confiáveis, pois são fundamentados apenas em crenças populares e que não estão confirmados pela ciência.

Entretanto, apontamos abaixo alguns testes populares que podem ser feitos em casa como forma de diversão para tentar identificar o sexo do bebê:

CaracterísticasEstá grávida de um MeninoEstá grávida de uma Menina
1. Formato da barriga
Barriga mais pontuda, parecida com um melão
Barriga bem redonda, parecida com uma melancia
2. Alimentação
Mais vontade de comer salgados
Mais vontade de comer doces
3. Linha Alba
Se a linha alba (a linha escura que surge na barriga) chegar até o estômago
Se a linha alba (a linha escura que surge na barriga) chegar apenas até o umbigo
4. Enjoos
Poucos enjoos matinais
Enjoos matinais frequentes
5. Pele
Pele mais bonita
Pele mais oleosa e com tendência à espinhas
6. Formato do rosto
Rosto parecer mais magro do que antes de engravidar
Rosto parecer mais gordinho durante a gravidez
7. Outra criança
Se uma outra menina simpatizar com você
Se outro menino simpatizar com você
8. Hábitos alimentares
Comer o pão inteiro
Evitar comer as pontas do pão
9. Sonhos
Sonhar que terá uma menina
Sonhar que terá um menino
10. Cabelo
Mais macio e brilhoso
Mais seco e opaco
11. Nariz
Não fica inchado
Fica inchado 

Existem diversos sintomas que se pode ter durante a gestação. Nós selecionamos os 5 Sintomas de Gravidez mais frequentes e compilamos em um infográfico. Para baixá-lo gratuitamente, clique na imagem abaixo:

Banner Infográfico 5 Sintomas de Gravidez