Ciclo menstrual: confira guia completo sobre o assunto

O ciclo menstrual faz parte da vida de todas as mulheres saudáveis. Ele vai desde a puberdade, quando acontece a primeira menstruação, até à menopausa, período em que se encerra a fase reprodutiva feminina. 

Mas afinal, qual a definição de ciclo menstrual? Como funciona? Qual sua importância para quem quer engravidar? No texto a seguir você vai saber mais detalhes sobre este assunto.

O que é ciclo menstrual?

O ciclo menstrual é o processo fisiológico que ocorre mensalmente nas mulheres férteis, quando o corpo se prepara para uma possível gravidez. Nesse sentido, o organismo feminino passa por diversas alterações hormonais. Elas estimulam a produção de óvulos e o desenvolvimento da parede interna do útero (endométrio) para receber um eventual embrião. 

Desta forma, se durante o período fértil do ciclo ocorrer uma fecundação, o embrião será implantado na cavidade uterina dando início à gestação. Por outro lado, se a gravidez não acontecer, o endométrio irá descamar, sendo eliminado pelo corpo através da menstruação.

Leia também: Menstruação ou Sangramento de Nidação: quando vale fazer um teste de gravidez?

Este processo se repete todos os meses, desde o primeiro ciclo menstrual da mulher, chamado de menarca, que se dá na puberdade, até a chegada da menopausa, quando termina a fase fértil feminina, por volta dos 50 anos. 

Para entender melhor o ciclo menstrual, é importante saber que ele se refere ao período entre o primeiro dia da menstruação do mês e o primeiro da menstruação seguinte. Assim, é dividido em três fases principais: folicular, ovulatória e lútea.

Embora dure em média 28 dias, o ciclo menstrual varia de mulher para mulher. Por isso pode ser mais curto, com 21 dias, e mais longo, de até 35 dias, também considerados normais.

Como funciona o ciclo menstrual?

O ciclo menstrual é marcado por mudanças nos ovários e no útero causadas por ação de diferentes hormônios. Sua função é preparar o óvulo para ser liberado do ovário, e o útero para receber um possível embrião.

Nesse sentido, o ciclo menstrual acontece em 3 fases: 

Fase folicular

A fase folicular é a primeira etapa do ciclo menstrual e acontece entre o primeiro dia da menstruação e a ovulação. Neste período, que dura entre 12 e 16 dias, os folículos ovarianos crescem e começam a preparar o corpo para uma possível gravidez.

Sendo assim, há um aumento da produção do hormônio folículo estimulante (FSH), que faz com que os folículos que contêm os óvulos se desenvolvam. Além disso, com esse amadurecimento, o ovário também libera mais estrogênio, hormônio responsável por tornar o revestimento do útero pronto para uma eventual gestação.

Fase ovulatória

A fase ovulatória é a segunda etapa do ciclo menstrual e consiste na ovulação. Nesse sentido, ocorre a liberação do óvulo maduro que segue para as trompas de Falópio onde poderá acontecer a fecundação. Como o óvulo sobrevive apenas 24 horas fora do ovário, é preciso que ele encontre o espermatozoide neste curto espaço de tempo para dar início a uma gravidez.

Dessa forma, considerando que os espermatozoides duram até 3 dias dentro do corpo da mulher, é possível que a gestação ocorra se o casal tiver relações sexuais até 3 dias antes da ovulação. Ainda, é importante ressaltar que o dia da ovulação varia conforme a duração do ciclo. Em muitos casos, ocorre no 14º dia. Porém, há mulheres que ovulam em dias diferentes do ciclo.

Fase lútea

A fase lútea do ciclo menstrual é aquela que ocorre após a ovulação, nesta fase o corpo lúteo (antiga casinha do óvulo) produz a progesterona, responsável pela produção glandular do endométrio. Ela dura em média 14 dias (a menos que ocorra fecundação) e termina pouco antes da próxima menstruação.

Nesse sentido, caso o óvulo tenha sido fecundado, ele viaja até o útero e se fixa no endométrio. Por outro lado, se não houver fecundação, o óvulo se desintegra e o endométrio, que estava pronto para receber o embrião, passa a descamar. Essa descamação do endométrio constitui a menstruação que marca o início de um novo ciclo reprodutivo.

Como contar o ciclo menstrual?

Como vimos, o ciclo menstrual compreende o período entre o primeiro dia da menstruação do mês, até o início da menstruação do mês seguinte. Assim, para conhecer o seu ciclo menstrual é preciso primeiro saber qual seu tempo de duração, e se ele é regular ou irregular.

Estas informações são especialmente importantes para as pessoas que estão tentando engravidar. Afinal, é a partir delas é possível determinar o período fértil feminino, quando há mais chances de se conseguir uma gravidez.

Veja como entender seu ciclo menstrual:

  • Anote mensalmente, em um calendário, caderno ou aplicativo de celular o primeiro dia da menstruação. Nesse sentido, este dia é considerado o dia 1 do ciclo; 
  • Conte quantos dias leva até chegar a menstruação seguinte;
  • Marque a “metade” do ciclo, que geralmente corresponderá a ovulação e o seu período mais fértil.

Ciclo menstrual regular

O ciclo menstrual dura em média 28 dias, porém, cada mulher tem um ritmo diferente. Nesse sentido, mesmo que os ciclos tenham 21 ou 35 dias, o importante é que sejam regulares, de acordo com o seu padrão.

Desta forma, o que marca a regularidade é justamente o tempo entre uma menstruação e outra. Portanto, o sangramento não precisa descer sempre no mesmo dia. 

Ciclo menstrual irregular

O ciclo menstrual irregular é considerado aquele que leva menos de 21 dias ou mais de 35 dias entre as menstruações. Ou seja, são ciclos muito curtos ou muito longos, podendo até mesmo intercalar esses dois tipos. Isso dificulta saber ao certo quando a menstruação irá vir. 

Nesse sentido, nos primeiros dois anos após a menarca, é comum que a menina tenha ciclos irregulares, de 20 dias e depois de 60. Isto acontece, pois o eixo hormonal ainda é imaturo, o que leva um tempo até se regularizar. Da mesma forma, na pré-menopausa as mulheres também começam a ter ciclos irregulares devido à redução dos folículos ovarianos que são responsáveis pelos mecanismos hormonais do ciclo.

Além disso, outros fatores podem alterar o ciclo menstrual:

Qual a relação entre ciclo menstrual e período fértil?

Como vimos, o ciclo menstrual é composto por diferentes etapas, e o período fértil feminino é a fase na qual a mulher tem mais chances de engravidar. Assim, podemos dizer que são os dias do ciclo nos quais há maior probabilidade de ocorrer a fecundação do óvulo pelo espermatozoide, e assim iniciar uma possível gestação.

Nesse sentido, a determinação do período fértil leva em conta principalmente o dia da ovulação. Ou seja, quando o óvulo maduro é liberado pelo ovário e vai para as Trompas de Falópio onde poderá ser fecundado.

Este processo acontece normalmente uma vez ao mês, sempre 14 dias antes da próxima menstruação. Além disso, o cálculo também considera o tempo que o espermatozoide tem para fecundar o óvulo, já que ele sobrevive até 3 dias no organismo da mulher.

Dessa forma, o período fértil, também chamado de semana fértil, é o intervalo de aproximadamente 6 dias até o dia da ovulação. Porém, para muitos médicos, esse período do mês, que tem maiores chances de ocorrer uma gravidez, dura até 2 dias após a ovulação.

Vale ressaltar que conhecer o ciclo menstrual e identificar o período fértil é fundamental para quem quer engravidar, da mesma forma que é importante para as pessoas que desejam evitar uma gestação. 

Como saber quando será período fértil no ciclo menstrual?

Para quem tem ciclos regulares, o método do calendário, também chamado de “tabelinha”, pode ajudar. Nesse sentido, leva-se em conta que a ovulação acontece geralmente 14 dias antes da próxima menstruação. 

Dessa forma, nas mulheres com ciclos de 28 dias, a ovulação deve ocorrer no 14º dia. Já para quem menstrua a cada 30 dias, a ovulação acontece no 16º do ciclo. Com esta informação, acrescentando-se 5 dias antes e 2 dias após a data prevista da ovulação, é possível ter uma previsão do período fértil.

Já para as mulheres com ciclos irregulares, o uso da tabelinha é mais inseguro. Nestes casos, uma opção para descobrir o período fértil é através dos testes de ovulação que possibilitam determinar a ovulação de 24 h a 36 h antes da liberação do óvulo. Outra opção é o controle ecográfico. 

Assim como os testes de gravidez, esta verificação também acontece através da urina e é muito fácil de usar. Basta mergulhar uma tirinha na urina e verificar a cor obtida. Nesse sentido, o teste é positivo quando detecta uma grande quantidade de hormônio luteinizante LH, indicando que a mulher deve ovular em breve. 

Vale lembrar que cada mulher é diferente, e que nenhum método é 100% eficaz para determinar o dia exato da ovulação. Por isso, as mulheres podem ficar atentas também aos sinais do corpo de que a ovulação está próxima. 

Veja alguns indícios de que a ovulação está próxima:

Secreção vaginal transparente: 

Como a clara de ovo, e sem odor forte, a secreção pode indicar que a ovulação e o período fértil estão chegando. Isto acontece pelo aumento do hormônio estradiol, que produz mais líquido que o habitual, facilitando a entrada dos espermatozoides no canal vaginal. 

Espinhas:

No período fértil, com as mudanças hormonais, a pele pode ficar mais oleosa, facilitando o surgimento de espinhas e cravos.

Aumento da temperatura:

O aumento da temperatura corporal basal (em repouso) ocorre como resposta à preparação do corpo para a fecundação. Nesse sentido, os folículos liberam os óvulos maduros, o que eleva a quantidade de progesterona, causando o aumento da temperatura corporal em 0,4 a 1,0ºC.

Aumento da libido e do apetite:

A elevação dos níveis hormonais que acontecem no período fértil também explicam o aumento da libido e do apetite. Nesta fase, ocorre também o aumento da produção de feromônios, hormônios exalados pelo corpo com a finalidade de atrair e excitar o sexo oposto. 

Dor no baixo ventre:

Sentir dor ou incômodo na parte de baixo da barriga, na altura dos ovários, é um dos sintomas frequentes do período fértil. Nesse sentido, pequenas pontadas na região pélvica ou cólicas, podem indicar que a mulher está ovulando. 

Irritação e instabilidade emocional: 

A variação do humor também é comum no período fértil e acontece principalmente devido às alterações hormonais comuns do período.

possíveis sintomas da ovulação

A data da menarca influencia na idade em que a mulher entrará na menopausa?

O primeiro ciclo menstrual, ou menarca, marca o início da idade reprodutiva da mulher, onde a cada ciclo, a mulher amadurece óvulos, e caso não gere nenhum bebê, esses óvulos são descartados pelo corpo.

Levando em consideração que a mulher tem um número limitado de óvulos, muitas pessoas podem associar que mulheres que menstruam cedo entram na menopausa precocemente. Porém não existe nenhuma relação da menarca com o fim da idade reprodutiva da mulher.

Qual a relação entre ciclo menstrual e a Reprodução Assistida?

O ciclo menstrual irregular pode ser sinal de algum problema de infertilidade. Nesse sentido, doenças como Síndrome do Ovário Policístico (SOP) e Endometriose podem interferir na regularidade do ciclo, bem como impactar negativamente na fertilidade da mulher. Desta forma, é importante investigar as causas dos ciclos menstruais irregulares, para determinar se a origem do problema pode ser tratada.

Porém, em alguns casos, o fator que causa a irregularidade do ciclo, e a infertilidade, não podem ser revertidos. Nessa situação, os tratamentos de Reprodução Assistida como a Fertilização in Vitro, por exemplo, representam um caminho para alcançar a gravidez desejada.

Está com suspeita de gravidez? Então baixe nosso e-book gratuito para descobrir os 5 principais sintomas de gravidez!

Banner Infográfico 5 Sintomas de Gravidez