Beta HCG: entenda tudo sobre o teste de gravidez de sangue

O exame de Beta HCG é uma das primeiras alternativas que vem à mente quando uma mulher suspeita de que pode estar grávida. 

Mas afinal, o que é Beta HCG? Como o exame é feito? É confiável? O texto a seguir vai esclarecer essas e outras dúvidas sobre este exame de sangue realizado pela grande maioria das gestantes.

O que é HCG?

A sigla HCG representa o Hormônio Gonadotrofina Coriônica que é produzido após a implantação do embrião no útero materno. Desta forma, ele se torna presente e detectável quando a mulher engravida. Por isso, o exame de HCG é normalmente usado como a forma clássica de comprovar uma gestação, ou seja, como um teste de gravidez

Nesse sentido, o HCG é sintetizado por uma estrutura chamada trofoblasto, que dá origem à placenta, órgão que faz a comunicação entre a mãe e o feto, garantindo as condições ideais para o desenvolvimento do bebê. Por isso, a presença deste hormônio no corpo feminino é sinal de que uma gestação está em curso.

Neste contexto, é importante explicar que o HCG é composto de duas moléculas chamadas de subunidade alfa (ou fração alfa) e subunidade beta (ou fração beta). A primeira é estruturalmente semelhante a vários outros hormônios, como o hormônio folículo-estimulante (FSH) ou o hormônio luteinizante (LH)

Já a Beta é única, não existindo em mais nenhum outro hormônio. Assim, para diminuir o risco de reação cruzada e garantir maior assertividade nos resultados, os laboratórios pesquisam apenas a fração beta do HCG nos exames de gravidez.

No entanto, vale esclarecer que, embora o  HCG esteja intimamente ligado à gestação, ele também pode ser um importante marcador de câncer em mulheres que não estão esperando um bebê.

O que é Beta HCG?

Como vimos, o Beta hCG é uma fração do hormônio HCG, que é produzido quase que exclusivamente durante a gestação, a partir da nidação do embrião no útero. Por ser uma estrutura química única, o Beta HCG é o mais usado nos testes de gravidez.

Nesse sentido, o HCG produzido pelo feto passa para a circulação sanguínea da mãe e é filtrado pelos rins, sendo parte dele eliminado pela urina. Desta forma, ele pode ser dosado tanto no sangue como na urina da mulher. 

Assim, existem basicamente duas formas de se avaliar a presença da Gonadotrofina Coriônica Humana e comprovar uma gravidez: através do exame Beta HCG qualitativo e o Beta HCG quantitativo.

Beta HCG quantitativo e Beta HCG qualitativo: qual a diferença?

Como os próprios nomes já explicam, o Beta-HCG quantitativo mostra a quantidade de hormônio presente no sangue. Enquanto isso, o Beta-HCG qualitativo indica apenas se a mulher está grávida ou não, sem informar a concentração do hormônio.

Veja as diferenças entre o Beta HCG quantitativo e qualitativo:

Beta HCG qualitativo 

Na análise qualitativa, o teste não quantifica a quantidade do Beta HCG, apenas aponta se o hormônio está presente ou não no corpo da mulher. Desta forma, é especialmente comum nos testes de gravidez de farmácia, que utilizam a urina como fonte de pesquisa. 

Nestes casos, basta a mulher urinar em uma fita reativa, ou colocá-la em contato com a urina coletada em um pote, e esperar para ver se há reação (negativo ou positivo).

Veja abaixo os resultados e parâmetros para o Beta HCG:

Exame Beta HCG de farmácia:

Resultado Positivo: significa que e mulher está grávida 

  • Duas riscas;
  • Duas riscas, sendo a segunda borrada (indica pouca quantidade do hormônio beta-hCG);
  • Um linha mais escura;
  • O Símbolo “+” (positivo); 
  • Palavra Grávida ( com ou sem indicativo de número de semana).

Resultado Negativo: significa que a mulher não está grávida

  • Uma risca;
  • Uma linha sem alteração na cor/intensidade;
  • O Símbolo “-” (negativo);
  • Palavras não-grávida.

Exame Beta HCG qualitativo de laboratório:

  • Abaixo de 5 mlU/ml o resultado é negativo, descartando gravidez;
  • Entre 5 e 25 mlU/ml o resultado é indefinido. Sendo assim, pode significar uma gravidez recente, quanto ainda não houve tempo para se detectar o hormônio no sangue, ou pode ser também negativo. Nestes casos de dúvida, o exame deve ser repetido depois de 3 a 5 dias;
  • Acima de 25 mlU/ml o resultado é positivo, e indica gravidez.

Beta HCG quantitativo 

O Beta HCG quantitativo é usado na maioria dos exames de sangue para gravidez, inclusive sendo considerado o mais confiável. Nesse sentido, é realizado a partir de uma amostra de sangue através da qual é possível identificar, não apenas a presença do hormônio Beta HCG, mas também conhecer sua concentração. 

Desta forma, o exame quantitativo indica ainda a semana de gestação. Além disso, os resultados do Beta HCG quantitativo também podem apontar problemas como gravidez ectópica, aborto ou gravidez anembrionária. Nesses casos, os valores do hormônio geralmente são inferiores aos esperados para a idade gestacional da gravidez.

Vale ressaltar que os números de referência podem variar de um laboratório para outro, bem como os parâmetros para determinar as semanas de gravidez.

Confira as possíveis interpretações do exame qualitativo: 

Interpretações exames qualitativos beta-hCG

3 semanas (UPM): 5 – 50 mIU/ml
4 semanas (UPM): 5 – 426 mIU/ml
5 semanas (UPM): 18 – 7,340 mIU/ml
6 semanas (UPM): 1,080 – 56,500 mIU/ml
7-8 semanas (UPM): 7, 650 – 229,000 mIU/ml
9-12 semanas (UPM): 25,700 – 288,000 mIU/ml
13-16 semanas (UPM): 13,300 – 254,000 mIU/ml
17-24 semanas (UPM): 4,060 – 165,400 mIU/ml
25-40 semanas (UPM): 3,640 – 117,000 mIU/ml
Mulheres não grávidas: <5.0 mIU/ml
Mulheres depois da menopausa: 9.5 mIU/ml

Beta HCG pode dar falso negativo ou falso positivo?

Sim. De forma geral, os testes de farmácia são muito confiáveis quando utilizados de forma correta, seguindo todas as instruções de uso. Além disso, o período ideal para realizar o teste e o tempo para reagir, bem como a forma de demonstrar o resultado, o que varia entre marcas do mercado, também devem ser respeitados. 

No entanto, mesmo assim, alguns fatores podem interferir nos resultados originando falso negativo e falso positivo. Veja o que pode alterar o resultado dos exames de farmácia:

Resultado Falso Negativo: pode acontecer quando

  • O teste é realizado cedo demais e o hCG ainda não é detectável na urina. Na dúvida, o ideal é repetir o exame depois de alguns dias;
  • A fita não ficou em contato com a urina pelo tempo necessário, impedindo que o teste identifique o hormônio presente na urina; 
  • A urina usada no teste está muito diluída. Desta forma, o recomendado é utilizar a primeira urina da manhã e não beber muito líquido antes de fazer o exame.

Resultado Falso Positivo: apesar de raro, pode acontecer em algumas situações

  • Se a mulher estiver tomando remédios que contenham hCG (geralmente mulheres em tratamento para infertilidade);
  • Se a mulher tiver dado a luz ou abortado há menos de 8 semanas;
  • Algumas doenças raras podem produzir hCG, a mais conhecida é a mola hidatiforme, um tumor do tecido placentário.

Já nos exames laboratoriais, os resultados falsos-positivos são muito raros. Nesse sentido, podem acontecer quando há morte fetal, ou em mulheres que estão fazendo tratamento à base de Beta HCG. Além disso, algumas doenças e tumores podem elevar a dosagem desse hormônio, inclusive no sexo masculino. Nessas situações, um especialista deve ser procurado.

É importante esclarecer também que alguns medicamentos podem impactar nos testes de gravidez. Por isso, se você for realizar um exame laboratorial, é prudente avisar que está fazendo uso de um desses medicamentos:

  • Tranquilizantes;
  • Diuréticos;
  • Medicamentos para tratamento de Parkinson;
  • Medicamentos para tratamento de infertilidade;
  • Anticonvulsivantes;
  • Prometazina (muito utilizada para tratar de alergias).

Quando fazer o exame Beta HCG?

Como vimos, exame de beta HCG de sangue é bastante sensível, e por esta razão, ele pode detectar uma gestação até 5 dias antes da data prevista para a próxima menstruação, ou 10 dias depois da fecundação do óvulo. Contudo, para evitar a ocorrência de falsos-negativos, o ideal é testar após a falha da menstruação. 

Além disso, o exame de gravidez laboratorial também pode ser feito através de uma amostra de urina, com coleta a partir do 7º ao 10º dia posterior à provável concepção. 

Já nos testes de farmácia, embora alguns produtos garantam eficiência na testagem antes mesmo do atraso da menstruação, o mais seguro é fazer o teste com pelo menos 2 dias de atraso menstrual. Porém, para garantir maior confiabilidade do resultado, o indicado é fazer o exame após uma semana de atraso menstrual, quando a sensibilidade fica entre 95% a 99%. 

No entanto, quando o resultado do exame de Beta HCG é não detectável ou inconclusivo e a mulher apresenta sintomas de gravidez, o exame deve ser repetido em alguns dias. 

Qual o preparo para o exame Beta HCG?

O exame Beta HCG em laboratório, quantitativo ou qualitativo não tem contraindicações, bem como não requer nenhum preparo especial. Desta forma, não é necessário estar em jejum e pode ser realizado a qualquer hora do dia.

Já no caso dos testes de farmácia, alguns cuidados são importantes. Veja quais são:

  • Verifique o prazo de validade do teste de gravidez;
  • Siga as instruções de uso;
  • Faça o teste no período (dia) indicado por cada laboratório, pois a sensibilidade do exame varia entre os fabricantes;
  • Use de preferência a primeira urina do dia se você for testar precocemente (antes do atraso menstrual);
  • Não beba líquido demais antes do teste, pois pode diluir os níveis de hCG na urina;
  • Escolha o tipo do teste: se optar pelo teste diretamente no fluxo da urina, certifique-se de estar com o teste pronto para uso. Portanto, se for coletar uma amostra, tenha um recipiente limpo em mãos para usar;
  • Use um cronômetro para marcar o tempo de espera.

O exame Beta HCG pode indicar gêmeos?

Os valores do Beta HCG, nos casos de gravidez de gêmeos, são normalmente superiores aos indicados para cada semana nas gestações de apenas 1 bebê. Porém, embora possa ser um indício de possível gravidez gemelar, a confirmação do número de fetos deve ser feita através de uma ultrassonografia, realizada a partir da 6ª semana de gestação.

O que mais o Beta HCG revela?

Além da gravidez, o exame Beta HCG também pode revelar a presença de algum problema de saúde. Desta forma, existem doenças e tumores que fazem com que os níveis deste hormônio suba mesmo que a mulher não esteja esperando um bebê.

Como exemplos podemos citar a neoplasia trofoblástica gestacional, coriocarcinoma e a mola hidatiforme. Até mesmo homens podem apresentar doenças que causam a produção do Beta HCG como acontece com tumores testiculares.

Além disso, o exame beta HCG positivo também pode indicar uma gestação ectópica, aborto, gravidez anembrionária, e até mesmo situações como a menopausa.

Quer saber quais são os 5 sintomas de gravidez mais comuns? Então baixe agora mesmo o nosso infográfico gratuito!

Banner Infográfico 5 Sintomas de Gravidez